Engenharia Condominial

Edificação residencial multifamiliar
[Um condomínio residencial – Imagem: WikimediaImages/Pixabay]

 

Um condomínio residencial ou comercial precisa de reformas, para melhoria ou transformação de seus sistemas, ou mesmo de manutenção, para que mantenha suas características. Para auxiliar nessas atividades, os condomínios mais novos já dispõem de manuais de uso, operação e manutenção, que são um guia inicial para se entender que, como qualquer produto adquirido, um imóvel necessita de cuidados.

Tanto reformas como manutenções não podem ser feitas simplesmente com a contratação de executores (empreiteiras ou trabalhadores individuais como pedreiros, pintores, etc.). As boas práticas e as normas brasileiras exigem que um profissional habilitado (Engenheiro(a) Civil / Arquiteto(a)) elabore planos de reforma, tanto em obras dentro de cada unidade autônoma (apartamento / sala comercial / loja) como nos condomínios como um todo. Essa parcela do trabalho de Engenharia é chamada de Engenharia Condominial, pois agrega conceitos de Engenharia Diagnóstica (Patologia das Edificações) e a rotina condominial, com o trabalho envolvendo síndicos e condôminos.

 

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário a seguir. Grato pela visita.